Breadcrumbs

Home CONTOS ERÓTICOS Aventura erótica Onibus lotado, fui assediada

Striptease ao vivo

Publicidade2

Sexo online


Onibus lotado, fui assediada PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Contos eróticos - Aventura erótica
Escrito por stripervirtual   
Qui, 03 de Novembro de 2011 18:47

- Onibus lotado ? (mulher encoxada dentro do onibus).

Sinopse:

Camille sempre teve uma vida normal, 18 anos, fazendo o primeiro ano da faculdade, trabalhando de vendedora em um al oja, juntando dinheiro para comprar um carro, e tendo que andar de onibus para chegar até a faculdade onde estudava jornalismo. Até que em um desse passeio de onibus, ela conhece Carlos, para descobrir como termina essa historia, é só lendo (66

Camille e Carlos

http://imageshack.us/photo/my-images/685/pagevn.jpg/

Capitulo O1

Meu celular despertava as 07h00min, hora de acordar e ir para mais um dia de trabalho. Coloquei o uma calça jeans, uma regata branca e uma sapatilha, peguei qualquer ônibus e fui! Chegando lá, Isabela veio falar comigo:

para continuar clique em Leia mais

- Oi, amiga! – Ela sorriu

- Oi, amor! – Retribui o sorriso – Como ta o movimento?

- Está até bom, bastante cliente! – Ela dobrava uma roupa que havia no balcão – Ah, vou atender aquele ali – Isabela sorriu e foi até um moreno de olhos claros – Bom dia!

- Bom dia, você tem essa blusa em tamanho G? – O moço perguntou

Eu me desliguei da conversa dela com o moço e me concentrei em arrumar a área de sapatos. O fim do dia passou bem rápido, quando deu 16h30min, eu e a Isa fomos para casa, ela mora no mesmo prédio que o meu, só que no andar de baixo, despedimos e fui tomar meu banho para ir a faculdade! Sai do banho, coloquei uma calça skinny bem justa, jenns claro, um tomara que caia azul bebê, que definia minha cintura.

Depois de 30 minutos, ouvi meu celular tocar, corri para a sala, era a Isa falando para eu descer, coloquei meu tênis e encontrei-a na portaria do prédio:

- Corre amiga, estamos atrasadas! – Ela me puxou – Nosso ônibus vai passar

- Ok, amiga vamos! – Fomos até o ponto

 

Para chegar à minha faculdade, só existia um ônibus que parava em frente, e ele passa todo dia no mesmo horário, as 18h10min. Todo dia o mesmo motorista e o mesmo cobrador

Não demorou muito para chegar o ônibus, estava muito cheio.

- Amiga não vou não! - Falei

- Se não for, vai chegar atrasada! – Ela me olhou

Entrei no ônibus e fiquei em pé, no fundo. Demorava cerca de 40 a 50 minutos da casa a faculdade. Senti um corpo me pressionando contra o banco, onde estava apoiado, empurrei o meu corpo para trás, para mostrar a pessoa que eu estava incomodada, mas, não adiantou, ela pressionou ainda mais o seu corpo contra o meu. Olhei para traz, joguei meu cabelo com tudo em sua cara, ele era alto, estava usando uma regata branca, uma calça jeans e um Nike, era forte.

- Desculpa, você pode se afastar um pouco de mim? – Pedi educadamente

- Quer espaço? Compra um carro – Ele foi irônico

Bufei. Que raiva, tive que ficar naquele aperto todo. E que menino ignorante, tinha cara de ter 20, ou 21 anos.

Finalmente chegou a hora de descer, eu virei, ele me encarou, fuzilei e fui até a porta, quando fui para ele de novo, ele olhava para minha bunda. Desci.

Quando deu exatamente 23:00, todos saíram da sala, esperei a Isa sair da sala dela e fomos para casa. Dia seguinte, era nosso dia de folga! Ficamos à tarde toda em casa, vendo filme, deu o horário de irmos a faculdade de novo. Coloquei a minha calça jeans preta, uma regata vermelha e coloquei uma sapatilha vermelha, joguei o cabelo de lado, e fui até o apê da Isa

- Vaaaamos? – Gritei

- To indo – Ela saiu

Descemos até o ponto e mais uma vez, veio o ônibus lotado, fiquei o mesmo local de costume, quando novamente senti alguém me pressionado, olhei pelo canto do olho, e era o mesmo menino do dia anterior, que raiva, Ele estava de marcação, só pode! Até que senti sua mão apertando a minha bunda, gelei, e se ele fosse um tarado? Sua mão desceu até a minha coxa e apertou novamente, roçou seu pau na minha bunda e senti que ele estava ficando excitado, ele roçou seu pau mais uma vez na minha bunda, ele pressionou seu corpo no meu novamente e deu um gemido baixinho, eu estava ficando com mais medo. Dei dois passos para o lado, ele ficou o lugar dele, nao se mexeu, não saiu do lugar. Eu apertei o botão e desci um ponto antes, cheguei na faculdade, a Isa estava me esperando

- O que houve?

- Tem um cara que fica apertando a minha bunda e passando o pinto dele na minha bunda – Falei

- Eu vi amiga – Ela sorriu maliciosa – Que gostoso, você sendo desejada em pleno ônibus, entra no joguinho dele e vê até onde ele vai, se for homem o suficiente.

- Não amiga! – Eu disse e entramos na faculdade

[...]

Cheguei em casa morta de cansaço, cai na cama e dormi. O outro dia foi normal como todos, até a hora de mais uma vez pegar o ônibus, e mais uma vez o menino pressionou o corpo dele contra o meu. Olhei para a Isa, e ela fez sim com a cabeça! Então, entrei no joguinho dele, joguei meu corpo para trás.

Capitulo O2

Senti seu membro em minha bunda novamente, como no dia anterior, ele passou a palma de sua mão na minha bunda e apertou com vontade, me arrepiei toda, comecei a gostar daquilo, onibus lotado, ninguem ia perceber mesmo, e o perigo de alguém ver, deixava tudo isso melhor. Impinei a bunda e tocou em seu membro novamente, mexi de um lado para o outro e o membro dele deu sinal de vida. A Palma de sua mão, passou entre as minhas pernas, e estava chegando na região da minha vagina, agora sim, tinha passado do limites. Quando eu fui parar com aquilo tudo, ele apertou de leve, eu gemi, baixinho, tava ficando toda molhadinha, ele alisou minha bct, por cima da calça, e dava umas apertadinhas, e eu fechei os olhos e fiquei sentindo aquele prazer todo. Chegou a hora de descer, apertei o botão, ele tirou sua mão do mei da minhas pernas e então caminhei até a porta.

 

- Amiga - Isa gritou animada - Meu Deus, que perigo hein, mas, que gostoso, tava quase gozando lá

- Nossa amiga, to toda molhadinha - Sorri maliciosa

- Vamos entrar logo! - Ela me puxou - Quero saber dos detalhes

Entramos na faculdade, enquanto caminhavamos até nossas salas, contei tudo. Durante a aula, não pensava em outra coisa, só no homem do onibus. Não esperava a hora de encontra-lo novamente. Para sentir tudo aquilo que senti nessa noite. Deu o sinal, corri para casa, tomei um otimo banho e dormi.

Acordei no mesmo horario de sempre, encontrei a Isa na loja, ficamos conversando sobre tudo da noite anterior, deu nosso horario, vinhemos embora.

Cheguei em casa e fiquei meia horas no banho, e só pensava no cara do ônibus, hoje eu vou linda para a faculdade. Sai do banho e coloquei a minha roupa:

http://imageshack.us/photo/my-images/717/uytjyj.png/

e fui pro ponto, iria encontrar a Isa lá!

- Como se ta gata - Ela me olhou de cima a baixo - E ta cheirosa

Sorri sem graça e o ônibus chegou, só tinha nos duas no ponto, demos sinal e entramos. Fiquei no mesmo local de costume, de repente sentir alguém chegando por trás de mim, olhei pelo canto do olho, era ele. Ele chegou mais perto, sentir o seu cheiro, o perfume era bom, era maravilho. Por impulso, levei a minha mão até as minhas costas, e passei pelo seu membro, e senti ele ganhando vida, eu apertei de leve e ele gemeu em meu ouvido. Minha mão voltou a barra de ferro novamente, o ônibus foi enchendo mais e mais. Ele não fez mais nada, fiquei esperando alguma reação, mas, ele não fez nada, empinei a minha bunda, foi ai que eu senti a sua mão em minha cintura, precionado o seu corpo contra o meu, ele roçava seu pau em minha bunda, sua mão passou pela minha cintura, e foi até o ziper da minha calça, ele abriu, eu olhava para o lado assustada, e se alguém tive-se vendo aquilo? Tarde demais, sua mão já estava dentro da minha calça, alisando a minha bucetinha por cima da calcinha.

Produzido por

Do?ç?o

Comentários (2)
  • Anónimo
    :0 Puta que pariu gozeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Comentar
Os seus detals:
Comentário:
[b] [i] [u] [url] [quote] [code] [img]   
:D:angry::angry-red::evil::idea::love::x:no-comments::ooo::pirate::?::(
:sleep::););)):0
Security
Por favor introduza o código anti correio não solicitado da imagem.
 

Punheteiros Online

Nós temos 868 visitantes online

Gata na webcam

No images

Coletânea

 

Pesquisar

Publicidade4

Publicidade 3




(© 2010)